Nove Regras a Ignorar Antes de Se Apaixonar - Sarah MacLean (Números do Amor #1)

Não costumo ler romances de época, o mais próximo que cheguei a isso foi ler a Jane Austen e confesso que, apesar de amar a Jane, não é meu gênero favorito e nunca foi o meu forte. Conheci Nove Regras pela Michele, d’O que tem na nossa estante, após muuuuitas conversas que envolviam Julia Quinn, Nora Roberts e autoras do gênero. Então, resolvi colocar na lista de leituras e desbravar os reinos inexplorados dos romances de época escritos por autoras contemporâneas.


Lady Calpúrnia Hartwell é uma solteirona e aos 28 anos suas chances de mudar de condição é baixíssima. Callie é muito sonhadora, uma romântica inveterada que acredita que pode existir casamento por amor, numa época que os casamentos por conveniência eram muito mais comuns. Com o passar dos anos e uma reputação exemplar, Callie foi se afastando cada vez mais do tão sonhado casamento e acredita que seus atributos físicos mais ‘comuns’ não ajudavam a se destacar na sociedade e bailes londrinos. 

Apesar de aceitar sua condição de “solteirona”, o incômodo só aumentava e a gota d’água veio no jantar de noivado de sua irmã mais nova, Mariana, que aos 18 anos acabara de conseguir o maior partido de londres: o duque de Rivington. Mesmo estando feliz com o sucesso do casal, Callie estava sendo massacrada pelos comentários maldosos dos familiares que insistiam em falar da sua solteirice. 

Se sentindo ultrajada pelas maledicências alheias, Callie decide dar um basta e montar uma lista das coisas que sempre quis fazer mas nunca pôde, porque, de alguma forma, poderia manchar sua reputação. Bem, ela não precisava mais de sua reputação tão imaculada assim, estava na hora de se arriscar e experimentar coisas novas.

Os itens escolhidos são bem interessantes e trazem todo o contexto de uma época cheia de pudores, sobretudo em relação ao comportamento das damas da alta sociedade. Qualquer deslize poderia colocá-la em situações bem problemáticas. E o primeiro item é: Beijar… apaixonadamente e ela sabe muito bem quem quer beijar! Gabriel St. John, o Marquês de Ralston, é  bonito, rico, influente e um libertino… E Callie é apaixonada por ele há uma década, mas o marquês também precisa de alguns favores e uma dama séria, recatada e do lar como Callie é a pessoa certa para ajudá-lo a inserir sua meia-irmã, Juliana Fiori, à sociedade londrina com sucesso e sem grandes problemas.

Com esse jogo de favores, a história vai se desenrolando de forma fluída e o envolvimento entre Callie e Gabriel vai se intensificando a cada capítulo. Cada tentativa de riscar os itens da lista é marcada por situações engraçadas, tensas e com algumas doses de cenas quentes. ( ͡° ͜ʖ ͡°)

A história é leve, sem muitas reviravoltas, mas com começo, meio e fim. Os personagens são bem cativantes, Callie amadurece muito no decorrer da história, a evolução de sua personalidade ganha força até o último capítulo. Gabriel também evolui e, de certa forma, aprende bastante com a moça. Mariana, Juliana e Nicholas são outros que merecem destaque, aparecem para dar um gás na história e não ficar tão centrada no casal e para conhecermos mais sobre a sociedade londrina do séc. XIX.

A autora escreve muito bem e me vi presa a leitura e rindo da vergonha alheia que algumas cenas propiciam. Foi uma grata surpresa, mas ainda não sei se lerei os outros dois livros da trilogia. Para quem gosta de romances de época, bailes e vestidos rodados, uma leitura despretensiosa e leve, é uma ótima recomendação. Me surpreendi positivamente por ter gostado tanto do livro. Valeu pela indicação, Mi!! ♥

Nota: 4/5★
Livro no Skoob: Nove Regras a Ignorar Antes de Se Apaixonar

2 comentários:

  1. Oi, Denise.
    Tudo bem?
    Não é o tipo de livro que estou acostumada a ler. Não curto o gênero.
    Bom saber que a história é leve, mas gosto muito de uma reviravolta.

    Abraços,
    Naty
    http://www.revelandosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Naty, tudo bom?
      Pois é, também não é um gênero que eu leio, mas resolvi dar uma chance. Sair da zona de conforto literária aushuahsauhs
      Foi uma grata surpresa, às vezes é bom conhecer coisas novas né?

      Eu amooo uma boa reviravolta, eu já estava imaginando várias neste livro, mas não ocorreram! rsrs

      Obrigada pela visita!
      Bjs :*

      Excluir

Tecnologia do Blogger.